27/08/15

fun house: uma tragicomédia familiar - alison bechdel

terminei hoje a leitura.
um dos livros de banda desenhada que mais prazer me deu a ler. há a mistura fascinante de narração autobiográfica com recurso a ilustrações cheias de pormenores. há a utilização da filosofia, da mitologia e da literatura para explicar a relação entre a autora e o pai, na revelação da homossexualidade de cada um deles.
um livro íntimo. um livro adulto para adultos.


ver mais sobre o livro aqui 


23/08/15

em busca do carneiro selvagem - haruki murakami

terminei hoje de ler este livro. do mesmo autor, já tinha lido "kafka à beira mar" e a trilogia "1Q84".
mais uma vez, deixe-me seduzir pela escrita de murakami.
há uma mistura de fantasia e realidade, mas tão bem narrada que parece que o real é, em si mesmo, fantástico, impregnado de espírito e misticismo. a fusão da fantasia no mundo real parece natural e fascina.
e depois há ainda a enorme riqueza expressiva da linguagem - as metáforas, as comparações, as personificações... 
um artista da literatura! 



18/08/15

pyongyang, uma viagem à coreia do norte - guy delisle

a minha leitura durante o dia de hoje.
uma banda desenhada que narra as aventuras de um animador canadiano que, durante algumas semanas, trabalha num estúdio de animação na coreia do norte.
gostei muito!


curiosidades:

17/08/15

a coisa perdida - shaun tan

gosto de estar de férias, porque tenho muito tempo livre para me dedicar à leitura.
este mês já li alguns livros (daquele em papel...) de que gostei muito. este foi mais um dos que me deliciou, sobretudo pela parte gráfica. magnífico!

há também a versão em filme, que ganhou o oscar de melhor curta de animação, em 2010.

encontrei na internet a versão em ebook:




15/08/15

contos reunidos - aldous huxley

a um ritmo de um ou dois contos por dia, demorei quase duas semanas para terminar a leitura deste livro. foi intencional.
é sempre um enorme prazer saborear a escrita de huxley. o poder sugestivo das metáforas e dos recursos expressivos, a plasticidade da linguagem... 
a arte em forma de literatura. a literatura como forma de arte!